Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CLOUD ATLAS

24.11.12

A semana passada fui uma das poucas pessoas que tiveram oportunidade de ver o novo filme dos irmãos Wachowski e Tom Tykwer "Cloud Atlas" duas semanas antes da estreia em Portugal, no Lisbon & Estoril Film Festival. E que filme! 

 

 

Os primeiros 15/20 minutos são a meu ver uma competição de avalanches com o objectivo de descobrir quem é que chega ao sopé mais rápido e com o maior numero de vitimas.  O vencedor é que não ficou muito claro. Antes de a competição terminar já não havia ninguém para quotar as pontuações.

Na sessão a que fui, felizmente não houve baixas, mas houve várias vitimas de uma confusa, distorcida e brincalhona narrativa que pede mais do que "puxar pela cabeça". Apenas, claro, se for capaz de suster a respiração durante duas horas e meia enquanto mantêm os olhos abertos sem pestanejar é que só assim não perderá o fio à miada. Ou poderá admitir a derrota, desfrutar da sua incapacidade de compreender e optar por revê-lo as vezes que forem necessárias até finalmente ter uma opinião mais ou menos fácil de explicar sem se baralhar todo e terminar com um simples "Ou não.". 

 

 

 

São estes filmes que abanam o mundo do cinema e vêem, por vezes, trazer um pouco de animo à coisa e dizer-nos que afinal não sabemos tudo e que ainda há gente capaz de nos surpreender. E que isso nunca acabe. Cloud Atlas é um enigma que não trás a resposta correcta na última página do livro. E muito menos é um daqueles enigmas que morre com a resposta correcta. Porque não tem uma. Ou pelo menos gosto de achar que não tem. Cloud Atlas é um bom filme para ver com amigos, ir a uma sessão com intervalo para debater as suspeitas e teorias e marcar um café para depois onde cada um dirá as suas conclusões e aviso já, porque não resisto, que ninguém terá as mesmas. 

 

 

 

Julgo que não vale a pena dizer o quanto a Direcção de Arte está de parabéns em todos os aspectos, desde dos cenários à caracterização é simplesmente fantástico e um obvio candidato, se não vencedor, ao Óscar. 

 

Fiquei apenas desiludida com o facto de a história em nada ter haver com o livro que um dos personagens fica viciado. Pelo trailer achei que fosse esse o agente reactor mas não passa apenas de um pormenor... 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

You Talkin' To Me?