Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sushi, Coca-cola e Jobs o que têm em comum?

25.08.13

Desta vez no #Passou no meu Plasma, trago não um mas quatro documentários. Só para variar um bocadinho...

 

#Hungry For Change by   James Colquhoun e Laurentine Ten Bosch 

Há alguns anos que sigo de perto documentários que visam a esclarecer o mundo industrializado em que a comida se tornou e quando descubro documentários com novas visões e aparentemente mais realistas e sinceras não os deixo escapar. Apesar de este, fixar-se num certo tipo de dieta levando a crer que aquela é a "dieta" considero que toda a informação no seu geral é bastante interessante. Uma maior neutralidade em relação a certos pontos poderia fazer deste documentário uma referência maior do que a que é.

 

No entanto, para os interessados na temática da industrialização, no que são feitas as coca-colas zero e companhias, no agora tão falado "juicing" e até num pouco de terapia é fantástico. Aborda o processo todo de questionar, identificar e solucionar a obesidade. 

 

#In Search of the Perfect Human Diet by C.J. Hunt

Neste documentário somos levados até ao nosso antepassado Homo Erectus e é ele que nos vai dizer a dieta que esquecemos quando nos tornamos no homem industrializado. 

O conteúdo e a estrutura de todo o documentário é interessante, mas os grafismos e a forma como decidiram juntar tudo... MEU DEUS! Nem é um zero é um menos vinte. 

 

#Sushi The Global Catch by Mark Hall

Para os novos amantes de sushi que estão um pouco curiosos em saber o que raio andam a comer, ou os que já sabem um bocadinho mas questionam-se sobre como é que o atum chega ao prato este é o documentário a ver. Explora todos os caminhos do sushi e todas as suas vertentes tendo como base um forte e interessante debate sobre o impacto ambiental do sushi nas populações de fauna marinha. Que no mínimo, vai fazer vacilar na hora de pedir aquele nigiri extra.

 

#Steve Jobs the Lost Interview by Paul Sen

O que torna este documentário bastante interessante, não é o facto de ser uma entrevista ao Steve Jobs, mas sim porque foi feita em 1995. Esta data pode não dizer nada mas, dez anos antes Jobs foi afastado da Apple sendo que no momento da entrevista Jobs assistia impotente ao declinar de Apple, empresa que construíra a partir da própria garagem, quando tinha 20 anos.

São raras as vezes que somos presenteados por mentes como a de Steve Jobs e é espectacular poder vê-lo de boa saudade numa conversa tão honesta.

Tenho que admitir, várias foram as vezes que me deixei levar pelos óculos redondos e me questionei se naquele momento ele sabia que o melhor ainda estava para vir. 

 

 

Estas foram as minhas escolhas, fico à espera de sugestões.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

You Talkin' To Me?